terça-feira, 18 de setembro de 2007

XIII Bienal - Rio de Janeiro


Amigos,


o dia 15/09 foi maravilhoso. Acordei meio estranho, parecia que o corpo estava sentindo uma indisposição da alma. Que nada!

Tive uma crise de choro por volta das 11h. Eu estava sozinho, pois minha menina já havia ido trabalhar. Chorei todas as lágrimas. Chorei até desidratar. Chorei mesmo e quem disser que homem não chora estará mentindo, ou não sou homem. Deu um negócio estranho, uma solidão, uma vontade de sumir... uma vontade de ser lido...

Tive que me acalmar, não tinha jeito mesmo. Entrei em meu carro e fui pegar meu paizão. Ele havia combinado de chegar mais cedo comigo. Tudo foi mágico e fantástico. Desde pegar a credencial de autor até dar o último beijo em um leitor.

Meus amigos e família foram... fizeram a maior festa.

Vendi muitos livros e entrei em catálogo. Meu livro terá distribuição, assim como dos renomados.

Quem diria, hein???

O menino que chegou a passar fome e ver o pai chorando por não ter dinheiro e não conseguir emprego, quem diria???

Quem diria que aquele menino que guardava dinheiro da merenda para comprar livros lançaria o dele, quem diria?

Quem diria que o homem que escutou "não" de várias editoras faria sua estréia na Bienal, quem diria?

Amigos, o que posso dizer é que se há um sonho, temos que ir atrás e não deixar ninguém nos atrapalhar.

O maior poema do meu livro são vocês... Vocês escrevem os versos mais bonitos da minha vida e é por isso que amo todos de coração, inclusive o Marcos Ster e a doce Kari.

Eu tenho um propósito e não escrevo por escrever. Sempre desejei ir a um lugar que ainda não cheguei, mas sinto estar mais próximo.

EU PRECISO SER LIDO.


Obrigado vocês todos, ou vocês alguns, ou somente Deus!


Obrigado a paz e o carinho...


Obrigado William! Irmão, a tua importância em minha vida é fundamental para o meu equilíbrio. Muito obrigado por não me deixar desistir.


Obrigado Flavinha! Pequena, não tenho o que falar. Você é foda! Atura meu mal humor há 15 anos. O mais engraçado e que sempre está tentando reinventar o que nunca foi inventado. Amor, você é uma gracinha! Até o coraçãozinho... para sempre!


Pai... obrigado pela educação, pelo amor, pelo caráter, pela vida, pela comida de cada dia, pela escola, pelas minhas roupas, pelas palmadas, pelos abraços, pelos beijos, pelos gritos... por tudo. Podem me tomar tudo que não sentirei falta, porque a minha maior riqueza está nos seus ensinamentos, e isso ninguém consegue roubar.

Mãe... sem comentários. Sempre me fez sentir mais do que sou, mas eu te entendo. O teu aplauso também é poesia. Mãe... mãezinha... como a senhora é importante... o que seria de mim sem a senhora mãezinha...


Obrigado a todos!


Amo vocês!!!

7 comentários:

Kari disse...

Caramba. Se eu já sabia o quanto esse dia tinha sido mágico pra tu, agora eu tenho certeza disso.
A descrição do teu dia foi toda de coração, adorei!!!

Ah. Mais uma vez, parabéns pelas vendas, pelo catálogo, e por tudo ter dado tão certo! Espero que tudo continue assim.

Pois é, quando se há um sonho, tem-se que correr atrás dele ou jamais o terá!

Adorei ler o meu nominho no meio do texto!!!! heheheheh Foi tãooo bom!!!!!

Beijão

William disse...

Irmão, você não precisa agradecer... você merece!! O lançamento foi um sucesso. A fila de autógrafos estava lotada. Mais uma vez meus parabéns e muito sucesso. Sou teu fã e isto é apenas o começo!

William disse...

Irmão, não tem o que agradecer!! Vc merece. O lançamento foi um sucesso e a fila de autógrafos gigante. Parabéns mais uma vez e muito sucesso. Como eu te falo, isso é apenas o começo...

Will disse...

Irmão, não sei o que dizer... fiquei emocionado com o seu agradecimento! Vc merece. O lançamento foi um sucesso. Isto é apenas o começo!!

Will disse...

Irmão, fiquei emocionado com seu agradecimento. Vc merece!! O lançamento foi um sucesso, fila de autógrafos... demais. Parabéns mais uma vez. Isso é apenas o começo.

Palavras de um mundo incerto disse...

IRMÃO,

Meus olhos encheram d´agua por ver AMOR na suas lágrimas, por encontrar sinceridade, por ter verdade, carinho e todos sentimentos bons nele.

Adorei e por que não dizer "amei"?

Digo amei e amo isso, amo a verdade, o carinho e a paz que aqui existe.

Parabéns e quero o meu livro, hein?

Obrigado amigo pelo carinho.

Isso sim é amigo, mais do que aqueles que dizem, que andam do teu lado e depois te viram as costas.

Fiz certo invadir teu espaço com educação e te parabenizar pela magífica carta poética que fizeste em homenagem ao Netto.

Obrigado amigo, obrigado irmão, orbigado primo, obrigado.

Valeu!

Abs e um bom resto de semana.

Amanhã(dia 20/09)aniversário de nosso estado.

Abs!

Marcos Ster

Palavras de um mundo incerto disse...

Irmão,

Não tem problema, sinta-se em casa como sempre!

Mais um gaúcho aí no Rio!

Q legal, irmão!

Também sou Gremista, mas não sou fanático, torço de canto.

Abs e um bom finde!

Marcos Ster

Ps:T mandarei este email e vou querer o livro sim, pois será uma felicidade imensa poder ler um livro de um amigo meu.