sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Carta para TAYNAH




Eu queria ser breve o bastante

para queimar e desaparecer:

Talvez...

um fósforo.


Taynah, meu casulo é seu casulo. A freqüência dos pensamentos me permite escrever e aliviar minhas dores, minhas chagas.

Desvio de parasitas, mas os vermes me atacam.


Taynah, o texto de hoje é exclusivo para você. Adorei seu comentário. Saiba que escrevi pensando no que você me falou e espero que de alguma forma, o texto seja um carinho e um abraço forte.



PARA TAYNAH - THE NEW MOON IS MINE...


Transtornos aleatórios e as validades vencidas

Cego pela afluência disjuntiva da camisa branca
De força
De cenários inanimados onde o sujeito homem
Transfigura
Predicados esquizofrênicos: insulto contra a parede.
A insistência de manter-se favorável ao vento litigioso
Aparente
Calma adestrada para a convulsão social...
Remediar com drogas fabricadas
Suprindo a necessidade da morte por momentos avassaladores
Onde desconhecer é mais racional do que perguntar.
Cego pelo agrupamento e a disposição dos indivíduos
Inócuos
Deixando a carne ser dissecada por suas próprias lâminas
Enchendo reservatórios de sangue
Para impregnar as imposturas testemunhadas.
Limite é a fronteira
É o direito esbarrando na insanidade ao lado
É criando atrito até que o conjunto de explosões
Fazem um êxodo à mesoderma: ação química maligna.
Brandir em dificuldades de organização
Enlouquecendo e rindo com o mal do século,
Bebendo com vírus, dividindo com a sombra do resto.
Apara teus contornos para que ninguém veja tuas desorientações,
Não há sala...
Somente o quarto de paredes acolchoadas...
Visitas?
Cego para rever os conceitos,
Os formulários guardam marcas da dependência de alguém
Que preferiu
Virar as costas.
Enquanto, cego,
Teceu um mundo de mentira para poder
Fingir clareza de inteligência
Erguido.


(Hallais, Alexandre – Rio de Janeiro, 30 de novembro de 2007)


Espero que gostem. "Feito com carinho..." - essa frase poderia ser uma embalagem de pão. rs



7 comentários:

тαynαн disse...

Ow, sinto-me honrada de todas as formas, por estar presente em um post seu.
E não poderia ter sido melhor, texto perfeito, que traduz de forma magnífica aquilo que lhe disse.

"Os formulários guardam marcas da dependência de alguém
Que preferiu
Virar as costas.
Enquanto, cego,
Teceu um mundo de mentira para poder
Fingir clareza de inteligência
Erguido. "

É tudo isso, acho que além de inteligência, há uma pseudo-coragem.. Ninguém pensa que poderá um dia ser vítima e tornar-se parte das estatísticas, invés disso, tornam-se imortais e livres de qualquer mal. Se bem que isso pode acontecer no mundo que criaram, porque nesse mundo, todos seremos [se já não somos] vítimas de violência [de qualquer tipo], direta ou indiretamente.

Agradeço de novo, e de novo e de novo pela carta.
A recebo com muito carinho e qualquer dia mandarei resposta.
É muito bom saber que existem pessoas que não apenas me ouvem... mas que escutam meus humildes pensamentos.

Ahhhhhhh, sem palavras.
E lembro que seu comentário no meu post anterior me ajudou muito e ainda me ajuda.

Beijos.

[será que escrevi muito?! .. rs..]

Uma Sobrevivente disse...

Oie querido...

Esse post é muito profundo e verdadeiro!!! Todos nós já passamos por momentos assim e às vezes vem de dentro da alma uma vontade louca de se libertar de muitas coisas...

Amigo, obrigado por não ter me abandonado... Estarei postando novamente algo muito legal que está brotando no meu coração...

Bjs

Janaína

Blogueiro disse...

MUITO BOM.

Magui disse...

A alma humana é uma desconhecida. Como se vê no comnetário a homenageada gostou.E o poeta fica feliz.
Desculpe,estou deixando o meu blogspot pq o seu cometns não dá outra opção.
http://somagui.zip.net

Morena disse...

OI Homenagem mto bem empregada, pois mesmo a parte da situação senti tudo q esse texto podia expressar da forma mais forte e emotiva!
Bjokas
Bom domingo

Micha Descontrolada disse...

q chic...taynah tá com tdo e não tá prosa.
e frase de saco de pão foi ótima.
obrigada pelas palavras carinhosas q sempre deixa pra mim.

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_.................

ArcaneD disse...

encontrei o teu blog por acaso, gostei!
parabens, continua!